Novas receitas

Frutos do mar Red Star: uma tarde de Dim Sum

Frutos do mar Red Star: uma tarde de Dim Sum

Uma olhada na minha lista "para comer" de restaurantes de dim sum e para meu completo horror ... Cara, não há muitos lugares para experimentar e a maioria deles é em Richmond. Maldito seja! Então eu tive a decisão de ir para a terra da confusão de dirigir ou fazer uma visita de retorno. Escolhi uma visita de retorno ... O lugar? estrela Vermelha em Granville. Ei, é um dos meus favoritos e não vamos lá para dim sum desde 2009. Agora, o que falta em confusão de tráfego, compensa com congestionamento dentro. Especialmente durante o dim sum, o engarrafamento no restaurante pode rivalizar com qualquer coisa na rua. Apenas tentar chegar ao banheiro e / ou voltar para a mesa pode ser um exercício e tanto (especialmente se você realmente precisar ir!).

Assim que chegamos à nossa mesa, foi um aperto apertado, como de costume, mas pelo menos conseguimos uma mesa. Você vê, eles estão super ocupados e se você não fizer uma reserva pode demorar bastante. E, sim, conseguimos nossa mesa mais ou menos no momento da reserva solicitada. Começamos com alguns favoritos das crianças, incluindo o camarão rolinho primavera. Fico feliz em informar que meu filho agora come a coisa TODA, incluindo o camarão (o que nos faz dar cambalhotas porque era uma merda remover o recheio para ele toda vez). Quanto ao pãozinho, estava crocante e cheio de camarão inteiro, que exibia um estalo atraente. Gostaríamos de ver menos sal, pois havia sabores naturais suficientes, incluindo uma grande quantidade de alho. As crianças adoravam o Loh Mei Gai (arroz pegajoso enrolado em folhas de lótus), pois era cheio de ingredientes. Havia quase uma divisão 50/50 entre arroz pegajoso e carne de porco moída úmida, camarão e cogumelos shitake.

Continuando no tema camarão, tivemos os Haw Gow (bolinhos de camarão) e estavam muito bons. Ao contrário de alguns outros restaurantes de dim sum sofisticados, esses bolinhos eram bem grandes. Eles estavam recheados com camarão inteiro que tinha uma bela textura amanteigada. No entanto, eles eram muito agressivos com o tempero, já que era mais salgado, além de ter muito óleo de gergelim. Quanto ao Sui Mai (bolinho de porco e camarão), eles eram igualmente bons. Pode não parecer na foto, mas na verdade havia mais camarão do que carne de porco, o que tornava a textura mais leve e forte. O porco propriamente dito tinha um bom salto, mas foi temperado um pouco agressivamente. Embora, houvesse uma boa quantidade de cogumelo shitake que adicionava outra camada de sabor.

Um dos meus favoritos de dim sum, que não inclui tripas ou pés, é o Blackbean Spareribs. Aquele aqui estava muito bem preparado. Os pedaços eram carnudos (com pouquíssima cartilagem e gordura), devidamente amaciados e saborosos. Havia uma boa textura de salto combinada com um toque de alho. Passando para outro clássico de dim sum, tivemos o Shrimp Rice Noodle Rolls, que apresentava camarões inteiros grandes com cebolinhas floridas. Como com todos os camarões até agora, estes estavam crocantes. O macarrão tinha quase a espessura perfeita onde era macio, mas mantinha alguma elasticidade. Apesar de seu amor recém-descoberto por camarão, meu filho recusou os rolos de macarrão de arroz de camarão, em vez de optar por seus rolos de macarrão de arroz frito com soja. Infelizmente, eles realmente bagunçaram este prato. Como você pode ver claramente, o macarrão foi cortado e quebrado na fritura descuidada. Normalmente, para manter sua forma, a maneira correta seria fritá-los sem jogar. Apesar de sua aparência, o macarrão ainda estava bem texturizado, embora um pouco salgado.

Tentando adicionar alguns vegetais em nossa refeição, nós temos os brotos de ervilha com folhas de coalhada de feijão. Chegando em um prato de tamanho médio, apesar de ser uma porção muito pequena, realmente não parecia um bom valor. Acho que a qualidade compensava a quantidade neste caso em que os brotos de ervilha eram cozidos apenas o suficiente para manter a crocância. Por outro lado, eu realmente não gostei do molho salgado e engrossado com amido no topo. Agora, uma visita ao Red Star não está completa sem ter seu pato de churrasco. Porque? Bem, eles têm patos que são criados especificamente para esse propósito. Portanto, esses patos têm menos gordura, o que é um bom presságio para o pato laqueado e também para o pato churrasco. Acabamos com o Lai Fun with BBQ Duck. Se você olhar para a foto, havia muito pouca gordura sob a pele crocante do pato assado. Além disso, a carne estava úmida e macia. Provavelmente um dos melhores patos de churrasco da cidade.

Tínhamos mais alguns itens, incluindo o Rolo de Pele de Coalhada de Feijão e Almôndegas de Carne. Os rolos de coalhada de feijão eram grandes e carregados com carne de porco moída tenra, cogumelos orelha-de-pau, cogumelos shitake e cebolinha. Eu gostei da adição de castanhas de água, pois adicionava uma crocância agradável. Além disso, havia molho espesso com amido suficiente (que era suave) para manter os pãezinhos úmidos, sem afogá-los. As almôndegas de carne estavam sobrecarregadas com bicarbonato de sódio, pois podíamos sentir o gosto em cada mordida. Portanto, a textura da carne era muito macia. Nós gostamos do golpe de casca de laranja desidratada. De sobremesa, pedimos tortas de ovo, com crosta crocante e amanteigada. O recheio era macio e doce o suficiente. Este foi um final agradável para outra experiência sólida de dim sum no Red Star. Embora um pouco caro, ele continua a oferecer alguns dos melhores dim sum da cidade em seu nível de preço.

O bom:
- Comida geralmente bem preparada
- As porções são respeitáveis ​​para esta classe de restaurante
- Apesar de acertar e errar, o serviço é decente

O mal:
- Caro, claro
- Não é tão espaçoso para dim sum, considerando a classe do restaurante
- Um toque pesado de sal

Esta postagem apareceu originalmente no blog Sherman’s Food Adventures.


8 buffets de Dim Sum em Cingapura até US $ 30 ++ para o Free-Flow Har Gao, Siew Mai e mais

Os pedaços doces e salgados em um banquete de dim sum tornam muito fácil limpar tudo sem se sentir muito cheio até que você esteja na última mordida. Cingapura tem muitas opções de buffet de dim sum, a partir de apenas US $ 22,80 ++, perfeito para ocasiões especiais ou apenas quando você deseja resolver seus desejos de dim sum.

Aqui está um guia completo sobre onde obter o seu buffet de dim sum corrigir em Cingapura.

1. Restaurante Beng Hiang

Restaurante Familiar Beng Hiang tem mais de 40 anos de história preparando pratos de Cingapura-Hokkien. Este ano, eles mudaram para oferecer um menu buffet de dim sum durante a semana, e esta pode ser a opção mais barata em Cingapura. Começando às $ 22,80 ++ por adulto, escolha entre mais de 30 variedades de dim sum, incluindo destaques como o clássico Siew Mai, e Kong Ba Bao. Uma ressalva é que o restaurante está localizado em Jurong East, mas isso não é problema para os Westies famintos e amantes de dim sum.

Endereço: 135 Jurong Gateway Road, # 02-337, Singapura 600135
Horário do buffet: de segunda a sexta, das 11h30 às 15h
Tel: 6221 6695
Local na rede Internet

2. Restaurante Tang Lung

Novo garoto no quarteirão Restaurante Tang Lung Frentes como um restaurante chinês no coração de Roberston Quay, mas também tem um buffet de dim sum diário disponível durante o horário de almoço, a partir de $ 23,80 ++ por adulto nos dias de semana, e $26.80++ nos fins de semana. A tarifa disponível combina dim sum tradicional com algumas tomadas incomuns, incluindo Tortas Siew de Carvão De Abacaxi e De Porco Siew Mai Com Gema De Ovo Salgado.

Endereço: 80 Mohamed Sultan Road, # 01-12, The Pier At Robertson, Singapura 239013
Horário do buffet: diariamente das 12h às 15h
Tel: 6262 9966
Local na rede Internet

3. Jardim de pêssegos

Desfrute de dim sum em um carrinho de mão em Peach Garden no Thomsom Plaza 'S Buffet de chá da tarde de fim de semana . Espere uma variedade de itens clássicos, incluindo tortas de ovo e siew mai, junto com outros acompanhamentos, como mingau. Além do buffet, estão pratos como pato laqueado e camarão vivo no vapor, que também são free-flow. Os pratos são alternados semanalmente, portanto, sempre haverá algo novo para experimentar. Os preços começam em $ 23,80 ++ para adultos com esta opção de high tea. A filial de Peach Garden & # 8217s em Chinatown também oferece um buffet de dim sum, embora os preços lá sejam mais altos, a partir de $ 38 ++ por adulto. Também está disponível durante a semana.

Endereço: 301 Upper Thomson Road, Thomson Plaza, # 01-88, Singapura 574408
Horário do buffet: sáb-dom, das 15h às 17h
Tel: 6451 3233
Local na rede Internet

4. Frutos do mar de Swatow

Alguém poderia pensar que frutos do mar seriam a especialidade de Restaurante de frutos do mar Swatow , mas são mais comumente conhecidos por distribuir dim sum a preços acessíveis. Dê uma passada por eles Buffet Dim Sum High Tea que está disponível diariamente, em $ 25,80 ++ para adultos durante a semana, e $ 28,80 ++ nos fins de semana. Mais de 30 tipos de itens de dim sum são transportados em um carrinho, então seja rápido e pegue seus itens favoritos antes que outros sejam pegos.

Endereço: Blk 181 Lorong 4 Toa Payoh, # 02-602, Singapura 310181
Horário do buffet: diariamente das 15h às 17h
Tel: 6363 1717
Local na rede Internet
Cardápio

5. Yum Cha


Crédito da imagem: @joyjoycez

Escondido em Chinatown, Yum Cha oferece dim sum cantonês tradicional. Peça suas iguarias do tamanho de uma mordida favoritas do menu de dim sum durante o Buffet Dim Sum , disponível durante a semana em $ 26,80 ++ por adulto. Se dim sum não é a sua praia, eles oferecem outros pratos, como Porco Assado Crocante e Prawn Wanton Crisp também, sendo este último um dos nossos favoritos. Observe que isso não está disponível nos feriados.

Endereço: 20 Trengganu Street, # 02-01, Singapura 058479
Horário do buffet: de segunda a sexta, das 15h às 18h (último pedido às 17h30)
Tel: 6372 1717
Local na rede Internet

6. Casa de chá TungLok

TungLok Teahouse é uma opção bastante popular para um buffet de dim sum acessível, visto que eles cobram apenas $ 26,80 ++ para adultos durante a semana, e $ 28,80 ++ nos fins de semana para mais de 40 itens do menu. O melhor é que eles são uma das poucas opções de dim sum ilimitado na hora do jantar, destacando-se da multidão na hora do almoço e do chá. Fora do dim sum, os clientes têm direito a itens premium, como Abalone inteiro refogado com osso macio de porco, assim como Caranguejo crocante de casca mole, embora cada mesa só possa pedir uma porção. São necessárias, no mínimo, duas pessoas para reservar mesa para o buffet.

Endereço: 10 Sinaran Drive, # 01-73, Square 2, Singapura 307506
Horário do buffet: diariamente das 17h30 às 22h
Local na rede Internet

7. Ban Heng

Tanto quanto se empanturrar de mais de 40 itens de dim sum durante um Buffet Dim Sum à vontade Parece um bom plano, Ban Heng cobra uma taxa extra pelo desperdício de comida, então peça apenas o que você pode engolir! Conte com uma grande variedade de itens de dim sum, como Double Joy Baked Char Siew Buns, bem como itens únicos como Tempura de Banana Frita e Bacon Siew Mai. Os comensais também recebem itens de cortesia, como uma fatia de cheesecake e chá de bolhas, limitados a um por jantar. Os preços começam em $ 27,80 ++ por adulto nos dias de semana no Ban Heng Harbourfront Centre outlet, mas os preços aumentam nos outros restaurantes Ban Heng, até $ 32,80 ++ por adulto.

Confira nossa análise completa de Ban Heng!

Horário do buffet: de segunda a sexta, das 11h30 às 14h, e das 18h às 22h
Tel: 6278 0288
Site | Lista completa de locais

8. Casa Vermelha

Com mais de 50 itens para escolher, Casa vermelha tem um dos buffets de dim sum mais abrangentes do mercado. O menu não só tem todos os clássicos de dim sum, mas o restaurante & # 8217s se concentra em pratos de frutos do mar, o que significa que você também terá muitos pratos de camarão e caranguejo no menu. Os hóspedes recebem uma lista de pratos de pedido único, e essas especialidades abrangem, como Amêijoas frescas com gengibre e cebolinha, assim como Lagosta de abóbora e Arroz Frito Deluxe com Frutos do Mar. Os preços começam em $ 28,80 ++ nos dias de semana por adulto.

Endereço: 68 Prinsep Street, Singapura 188661
Horário do buffet: Seg-Sex, das 12h às 14h30, Sáb-Dom, das 11h às 15h
Tel: 6336 6080
Local na rede Internet


Dim Sum saboroso e depois um pouco

O Canton Seafood Restaurant começou a servir jantares há dois anos em sua localização na Keeaumoku Street e o restaurante rapidamente se tornou um lugar popular para a autêntica comida chinesa. Então, cerca de um mês atrás, um segundo restaurante, Canton Dim Sum, abriu no Market City Shopping Center, apresentando uma seleção de pratos exclusivos do Canton Seafood, bem como uma boa variedade de dim sum, e o restaurante parece destinado a se tornar outro destino preferido entre os amantes da comida chinesa.

E enquanto o dim sum é tradicionalmente servido no meio da tarde, o Canton Dim Sum oferece das 7h às 21h Diário. No cardápio de dim sum há muitos favoritos locais, como Hash de porco, meia lua, bolinho de cebolinha, torta de won crocante, potsticker, bolinho de carne frito e bolo de peixe com milho (todos custando US $ 2,38, três peças). Você também pode escolher Bolinho de Camarão, Pão Siu com Carvão Vaporizado (estilo Hong Kong), Gau Gee Crocante, Torta de Creme de Ovo Dourado, Bolinho de Taro Frito ou Bola de Gergelim Frito com Feijão Vermelho / Coco (todos custando US $ 2,98, três peças), bem como Arroz Mochi de Frango em Folha de Lótus (US $ 2,98, duas peças).

Também há Steamed Char Siu Manapua, Steamed Vegetable and Meat Bun, Baked Hot Dog Bun, Baked Char Siu Manapua, Baked Char Siu Manapua, Pão De Porco Assado Com Mel Assado E Bolo De Esponja Malaysian Steamed ($ 1,29 cada). Além do dim sum, os clientes também podem desfrutar de uma variedade de pratos de almoço e jantar, especialidades da casa, pratos de macarrão e chow funn e macarrão ou arroz na sopa.

Cozido no vapor Siu Bun Estilo Hong Kong ($ 2,98, três peças) Rachel Breit arquivo de foto Arroz Mochi de Frango em Folha de Lótus ($ 2,98) Rachel Breit arquivo de foto
Crispy Gau Gee Mein (em especial por US $ 6,99, normalmente US $ 7,99) Leah Friel arquivo de foto Solha frita com capim-limão ($ 9,99 especial)

Enquanto o chef executivo Sou Keung Wong supervisiona os dois restaurantes, o Canton Dim Sum é projetado como um restaurante fast-food, take-away e catering, enquanto o Canton Seafood é um restaurante agradável e casual com um bar completo perfeito para festas, almoços de negócios ou jantares em família.

& # 8220Quando os chineses comem aqui, eles dizem que & # 8217s quase o mesmo que na China & # 8221 diz o gerente da Canton Seafood, Peng Gong. & # 8220É & # 8217s por que tantos chineses vêm aqui. Nosso chef executivo é de Cantão, China, e tem mais de 28 anos de experiência no Havaí, incluindo o antigo Restaurante Dynasty. E nosso chef dim sum tem mais de 20 anos de experiência como chef dim sum. & # 8221

Canton Seafood oferece um extenso menu que você normalmente encontraria em um restaurante chinês. A comida é preparada principalmente no estilo de Hong Kong e frutos do mar são os pelos quais eles mais são conhecidos, incluindo Caranguejo Vivo e Lagosta (preparada com gengibre e cebola ou sal e pimenta), Peixe Inteiro Fresco Cozido no Vapor, Nozes de Camarão com Maionese, Camarão no Vapor com Alho e Look Funn, Amêijoas com Molho de Feijão Preto, Ostra Frita e muito mais.

Entre os favoritos dos clientes estão o Deep Fried Flounder (em especial por US $ 9,99 com a compra de uma entrada com preço normal até o final de outubro, normalmente US $ 15,99) e o Crispy Gau Gee Mein (em especial por US $ 6,99, normalmente US $ 7,99) que é um macarrão prato feito com camarão, porco, char siu, bok ganhado, brócolis, cogumelos, brotos de bambu, cenoura, castanha d'água, quatro pedaços de gau gee crocante e um molho de ostra original da casa. O Crispy Fried Chicken também está em promoção (US $ 4,99 na compra de uma entrada com preço normal até o final de outubro; o preço normal é US $ 12,99).


Frutos do mar Red Star: Uma tarde de Dim Sum - Receitas

O molho XO é um molho de frutos do mar salgado picante comumente usado na culinária cantonesa e também é uma escolha popular de condimento para acompanhar dim sum. Alguns dos melhores molhos XO que já provei foram do Super Star Seafood Restaurant 鴻星海 鮮 酒家 em Hong Kong e da Rabbit Brand Seafood Delicacies em Circular Road, Cingapura. O molho XO é feito de camarões secos, vieiras secas, pimenta malagueta vermelha e especiarias. É um excelente molho para refogados, como arroz frito, macarrão, tofu e frutos do mar, pois confere um sabor umami aos pratos que realmente realça o sabor.

Para cozinhar em casa, gosto de comprar o molho XO Lee Kum Kee (normal) no supermercado (custa cerca de US $ 20 a garrafa de 220g). Ele vem com pedaços generosos de vieiras secas, por isso vale cada centavo, porque é tão fácil preparar diferentes pratos padrão de restaurantes com apenas uma garrafa.

Juntando-se a Lee Kum Kee & # 8217s, a linha de molho XO é a novidade Molho XO de Frutos do Mar (S $ 14,50 de todos os principais supermercados), que atualmente só está disponível em Cingapura em todo o Sudeste Asiático.

Neste ano novo chinês, recebi um pacote de presente de ano novo chinês cortesia de Lee Kum Kee e nele havia 5 produtos LKK diferentes & # 8211 molho light de soja, molho de ostra, molho de entrecosto, molho de bacalhau e o novo XO Molho de frutos do mar.

Usei o molho XO para preparar um prato de camarão refogado e minha família adorou porque o molho XO era muito saboroso.

Misture Camarões Fritos com Receita de Molho XO

Ingredientes
(serve 3-4)
12 camarões de grande porte, com casca e cauda intacta
150g de ervilha-doce
1 cenoura em fatias finas
3 dentes de alho picados
1 colher de sopa cheia de molho XO
1 colher de chá de vinho de cozinha chinesa
1/2 colher de chá de molho de peixe
1 colher de chá de azeite
Folhas de alface chinesas como guarnição (opcional)

Instruções
1. Aqueça o óleo na frigideira e refogue o alho até ficar perfumado.
2. Adicione as ervilhas e as cenouras e frite rapidamente por 30 segundos.
3. Adicione os camarões, o molho XO e o vinho e frite até os camarões ficarem opacos.
4. Tempere com molho de peixe e sirva sobre folhas de alface, se desejar.

Isso mostra como este prato é fácil de fritar. O molho XO é tão saboroso e vai muito bem com os camarões, ervilhas e cenouras. Sugiro servir molho XO extra à parte, para acompanhar com arroz também.

Além das promoções do Ano Novo Chinês nas lojas, Lee Kum Kee também dará prêmios semanais e dinheiro em dinheiro para os clientes.

Aqui está o que você precisa fazer:
1. Tire uma foto relacionada ao tema “Reunião” com qualquer produto Lee Kum Kee
2. Escreva uma legenda para a foto
3. Hashtag #LKKReunionSG
4. Faça upload através do Instagram ou do site LKK


12. Swatow Seafood (汕头 海鲜)

Boa ol & # 8217 Restaurante Swatow em Toa Payoh é um lugar confiável para dim sum. Localizado a uma curta distância de nosso escritório, eu estive lá em algumas ocasiões para comer alguma coisa e eles não me decepcionaram. Seus Dim Sum Hi-Tea Buffet ($ 19,80 nos dias de semana, $ 22,80 nos fins de semana) é muito bom e inclui até uma porção de Sopa de barbatana de tubarão & # 8217s com carne de caranguejo por pessoa.

Servido em carrinhos tradicionais em vez de em uma folha de pedidos, você precisa ser rápido para pegar os pratos desejados antes que os outros comensais o façam.

Restaurante Swatow: Blk 181, Lorong 4 Toa Payoh, # 02-602, Singapura 310181 | Tel: +65 6363 1717 | Horário do Buffet: 15h e # 8211 17h (diariamente) | Facebook | Local na rede Internet


4. Swee Choon 瑞 春

Uma das estradas mais antigas e bem-sucedidas de Cingapura dim sum lugar, embora Swee Choon 瑞 春aumentou os preços, o dim sum ainda é muito acessível.

A beleza do Swee Choon é que ele abre apenas à noite, o que o torna um local popular para os jovens que vão jantar à meia-noite. Jantar pós-balada, alguém? (Talvez não durante esta pandemia de COVID-19.)

A maioria dos dim sum está acima da média, enquanto o frito Swee Choon Mee Suah Kueh (S $ 2,40) é bastante interessante. Tome nota das taxas de aperitivos e guardanapos.

Danos esperados: S $ 14 por pax

ChopeDeals: Economize 10% no Swee Choon Tim Sum Restaurant & gt

Swee Choon 瑞 春: 183 & # 8211 191 Jalan Besar, Singapura 208882 | Tel: +65 6225 7788 | Dim Sum Horário: 18h e # 8211 6h (Quarta a Seg, Fechado Seg | Facebook | Instagram | Local na rede Internet


Frutos do mar Red Star: Uma tarde de Dim Sum - Receitas

E, para ser franco, acho que o Red Star dispensa apresentações.

Thywhaleliciousfay diz:

E, para ser franco, acho que o Red Star dispensa apresentações. Ao discutir aonde ir (a) para obter dim sum, o Red Star sempre aparecerá.

O Red Star não aceita reservas. Portanto, será bom chegar cedo porque alguns dos pratos acabam à tarde. Na chegada, imediatamente entramos na fila que estava logo após a entrada. Embora a fila fosse longa, ela se moveu muito rápido e recebemos uma mesa em 20 minutos.

E como o restaurante ficava muito cheio nos fins de semana, em vez de esperar que os carrinhos viessem até nós, estávamos procurando os carrinhos que tivessem os itens que queríamos. Mas uma coisa boa sobre o cartão de pedidos é que os nomes dos pratos estavam escritos nele. Isso nos permitiu ver toda a gama de dim sum oferecidos, e sempre se pode decidir quais novos itens experimentar.

O queixo de meus colegas quase caiu no chão quando anunciei que

CHINKYCHIEW diz:

O queixo de meus colegas quase caiu no chão quando anunciei que não tinha estado no Red Star antes. Em 5 minutos, eu me encontrei em um de seus carros a caminho do restaurante.

Minha primeira impressão do lugar? Enorme, mas antigo. Este restaurante foi provavelmente um dos locais mais quentes para casamentos nos anos 80, mas bem, é hora de um upgrade, para ser honesto.

Em termos de experiência, gostei da diversão de esticar o pescoço toda vez que um carrinho passava e desejar que o carrinho com os itens que queríamos viesse em nossa direção. A comida era decente, com um spread justo para vegetarianos, mas eu não me sairia do caminho para comer aqui.
Talvez pela novidade, se amigos de fora da cidade quiserem um dim sum, mas não pelo dim sum em si.


5 /6 A rainha

A FWD House 1881 é conhecida por seu chá da tarde, mas os doces e bolos ocidentais não são as únicas delícias culinárias que você pode desfrutar no antigo quartel da Polícia Marinha. À sombra do calor do verão e da agitação de Tsim Sha Tsui está o The Queen, um restaurante chinês inaugurado em junho passado no pátio residencial chinês do edifício colonial vitoriano. Sua tradicional sala de estudos chinesa d & eacutecor, bules de chá de latão e xícaras de porcelana ciano elaboradamente pintadas oferecem uma experiência nostálgica de jantar.

Aqui, o chefe de cozinha Chan Ki Pak, que já chefiou o restaurante Wing Lei, premiado com estrelas Michelin do Macau & rsquos, é especializado na culinária de Chuan, conhecida pelas complexas combinações de especiarias, bem como pratos de frutos do mar e uma grande variedade de dim sum. apresentado com sabores inovadores, cores vibrantes e uma versão contemporânea das receitas clássicas. A assinatura do Queen & rsquos inclui bolinho de Xangai cozido no vapor com sopas picantes, bolinhos de beterraba e cogumelos selvagens em forma de joia rosa, rolos de arroz cozido no vapor com camarão crocante, bolos de rabanete de kimchi e batatas fritas de pimenta com carne de porco picada e camarão. Se isso não bastasse, The Queen também serve pratos principais feitos com ingredientes típicos chineses e um toque internacional: frango crocante de trufas negras com molho de cebolinha, lagosta e tofu estilo Sichuan, folhados de vieira com arroz crocante na sopa de lagosta, mármore frito peixes goby e vegetais sazonais com geoduck.

The Queen, G / F, Edifício Principal FWD House 1881, 2A Canton Road, Tsim Sha Tsui fwdhouse1881.com


Como planejar uma festa de Ano Novo em um salão de banquete chinês

Há muitas opções para escolher se você deseja comemorar o Ano Novo Chinês, que começa em 5 de fevereiro. Você pode ir para Chinatown para saborear os clássicos sino-canadenses, como chop suey e bolinhos de frango. Ou vá a um restaurante de bolinhos de massa ou um lugar que se destaque em sopas de congee e macarrão como pomada para o inverno extremamente frio. Há também pratos regionais, como Yueh Tung e # 8217s Hakka, Szechuan Legend Restaurant e pratos com chili no # 8217s ou o Phoenix Restaurant & # 8217s cozinha ao estilo de Hong Kong.

Mas se você está procurando fazer isso direito, considere fazer uma reserva onde muitas famílias chinesas se reunirão para o Ano Novo: o salão de banquetes chinês. Você será presenteado com travessas gigantes de leitão com pele crocante, peixes inteiros no vapor e deslumbrantes lagostas fritas no wok guarnecidas com cacos vibrantes de gengibre e cebolinha. Para os não iniciados, pode ser uma experiência intimidante, mas com algumas dicas úteis e conhecimento de alguns dos principais pratos do Ano Novo Chinês, você pode ter uma experiência gastronômica inesquecível.

Como o próprio nome sugere, um salão de banquetes chinês é caracterizado pela capacidade de receber grandes festas, em particular recepções de casamento. É por isso que esses restaurantes sempre se parecem com Liberace que fez a decoração: lustres de cristal gigantes, um tema quase renascentista ou barroco, toalhas de mesa brancas esticadas sobre as mesas, que na maioria das vezes acomodam grupos de dez em vez de dois ou quatro. No centro de cada grande mesa está sempre uma plataforma giratória de vidro e pares extras de pauzinhos comunitários para escolher a comida das travessas. Tanques contendo lagostas, caranguejos, robalos e geoducks estão em exibição ou na cozinha como um sinal de que os frutos do mar são frescos. Durante o dia, os restaurantes servem dim sum tradicionais. Mas à noite, é quando as grandes refeições familiares são servidas. Antes que qualquer comida chegue à mesa, o garçom pode perguntar que tipo de chá os clientes querem: Jasmine (pino heung em cantonês) ou Poço do Dragão (longjing) são os chás verdes, Buda de Ferro ou Deusa de Ferro (amarrar guan yin) é um oolong e pu & # 8217erh mais encorpado (bolay) é um chá forte, escuro e amargo, ideal para cortar pratos fritos e gordurosos como o dim sum. O álcool geralmente não desempenha um grande papel na refeição, mas todos os salões de banquetes chineses terão uma oferta limitada de cerveja, vinho e destilados (o conhaque XO é particularmente popular na cultura chinesa), ou uma taxa de rolha para os comensais que desejam trazer seus próprios.

Nos digam!

& # 8220Os salões de banquetes chineses geralmente têm uma cozinha e uma decoração maiores que & # 8217s em um nível superior para a realização de eventos & # 8221 diz o proprietário da Casa Victoria Fine Dining and Banquet, Benny Huang. Na última década, o restaurante funcionou na praça Markham Square, na esquina da Highway 7 e Warden Ave. & # 8220Temos cerca de nove chefs e cozinheiros que fazem dim sum, outra pessoa que faz nosso churrasco internamente e, em seguida, outras nove pessoas que fazem o serviço de jantar. & # 8221

Como esses restaurantes atendem a grandes grupos, Huang diz que um grupo de 10 é o ideal, mas não é incomum que grupos de quatro ou cinco pessoas apareçam. Apenas certifique-se de fazer a reserva, pois as mesas ficam lotadas rapidamente, especialmente durante as férias.

Como esses restaurantes exigem muitos imóveis, eles costumam ser encontrados nos subúrbios, o que tem a vantagem adicional de situá-los perto das comunidades chinesas. Em Markham, há Skyview Fusion Cuisine (os tanques de frutos do mar de parede a parede são um espetáculo para ser visto), Grand Lake Chinese Cuisine and Banquet e Elegance Chinese Cuisine and Banquet. Yu Seafood em Richmond Hill é uma opção sofisticada que também faz sashimi japonês no jantar. Os moradores do centro têm algumas opções, como Dim Sum King em Chinatown, Crown Princess Fine Dining e Dynasty Chinese Cuisine em Yorkville, bem como o Lai Wah Heen de fusão ocidental.

Quando se trata do que pedir para o Ano Novo Chinês, a maioria desses restaurantes elimina as suposições com um menu fixo de aperitivos, pratos de carne, arroz, macarrão e sobremesas. O especialista em comida chinesa Charles Yu, moderador do grupo Chow-Toronto no Facebook, um spinoff não oficial do fórum de comida e bebida Chowhound, diz que todo menu de Ano Novo deve ter a & # 8220 trindade sagrada & # 8221 de pratos: carne de porco, frutos do mar e frango.

A carne de porco é geralmente um dos primeiros pratos servidos, normalmente na forma de um prato de aperitivo ao lado de tentáculos de água-viva marinados, diz Yu. A forma mais comum de preparo do porco é assado inteiro até que a pele fique crocante e desenvolva uma rica cor âmbar. Se um porco inteiro é pedido, os olhos geralmente são decorados com cerejas, velas acesas ou, no caso da Casa Victoria, luzes LED brilhantes (um porco inteiro aqui custa cerca de US $ 200 e requer dois dias & # 8217 aviso prévio). & # 8220 Os porcos representam força e crescimento na cultura chinesa & # 8221 diz Yu.

Ele também observa que muitos pratos comidos nessa época têm um tom avermelhado e, nas culturas chinesas, o vermelho é um símbolo de boa sorte.

Depois da carne de porco, costuma-se servir frango, diz Huang. O frango é uma proteína básica na cultura chinesa e representa auspiciosidade e abundância. Mantendo o tema de alimentos avermelhados, uma maneira popular de preparar frango para o Ano Novo Chinês é mariná-lo, pendurá-lo para secar e derramar óleo quente sobre ele para obter uma pele crocante como papel sem cozer demais a carne.

Frutos do mar na forma de vieiras, camarão, abalone, robalo e lagosta completam o trio. & # 8220Há & # 8217s uma saudação de Ano Novo Chinês (em cantonês) que vai leen yao yu, o que significa que ano após ano, você & # 8217 terá abundância ou superávit & # 8221, diz Huang. & # 8220Yu, a palavra chinesa para abundância, também se parece muito com a palavra chinesa para peixe. Portanto, comer frutos do mar significa ter sobras suficientes para o ano seguinte. & # 8221

Lagostas inteiras fritas no wok pontuadas com o aroma de gengibre e cebolinha são um prato básico em salas de banquetes, como Yu observa que este prato exemplifica melhor wok-hay (hálito do wok), um aroma e sabor distintos de fumaça encontrados na culinária chinesa, criado pelo poderoso calor de um restaurante & wok # 8217s, algo que não pode ser reproduzido em um fogão doméstico. Robalo verde cozido no vapor com molho de soja aditivamente doce e salgado também é um prato básico em salas de banquetes.

Todos estes: o peixe, a lagosta, o frango e o porco (se for pedido um inteiro) são servidos com a cabeça e o rabo intactos. & # 8220É & # 8217 importante que tudo tenha a cabeça e a cauda para simbolizar integridade e harmonia, & # 8221 diz Yu.

Carne e frutos do mar reinam supremos no Ano Novo Chinês, já que, historicamente, a maioria das famílias chinesas não tinha dinheiro para comer esses itens de luxo durante o resto do ano, então esta é a hora de fazer tudo para fora. Mesmo pratos de vegetais contêm pedaços de frutos do mar, sejam vieiras ou carne de caranguejo, diz Huang.

A sopa de barbatana de tubarão está frequentemente disponível na maioria dos salões de banquetes, pois continua a ser um símbolo de riqueza na cultura chinesa. Se você não quiser, peça para substituí-la por outra sopa.

Carregando.

Depois da carne e do marisco, vem o macarrão (os fios longos representam a longevidade) e os pratos de arroz no final da refeição.

Na maioria dos restaurantes, as sobremesas geralmente consistem em sopa de feijão vermelho doce, pudim de manga, bolinhos de gergelim ou biscoitos de amêndoa. Na Casa Victoria, Huang traz um prato de biscoitos especiais que sobraram de uma recepção de casamento no dia anterior. Delicadas camadas de massa folhada dourada envolvem uma bola de pasta de semente de lótus para se assemelhar a peônias. É um passo à frente da sopa de feijão vermelho, diz Huang, e embora não seja um doce típico de Ano Novo chinês, a cozinha pode prepará-los com dois dias de antecedência.

O custo dessas refeições depende dos restaurantes, do número de pratos e da extravagância dos pratos, mas as refeições que incluem itens como frutos do mar e leitão custam a partir de US $ 80 a US $ 90 por pessoa. Não tem comida barata, mas as porções são sempre generosas e sempre há algumas caixas de comida para viagem no final da noite. Afinal, um dos temas do Ano Novo Chinês é a abundância, e o salão de banquetes tradicional não decepciona.

Outras maneiras de celebrar o Ano Novo Lunar

Contagem regressiva do Pacific Mall

Aqueles dispostos a enfrentar as multidões no gigantesco shopping center chinês têm alguns dias de comemorações grátis para escolher. No dia 4 de fevereiro, o shopping fará uma contagem regressiva a partir das 22h. e, em seguida, continuar a festa na tarde seguinte às 14h30. com entretenimento ao vivo. Quem preferir festejar no fim de semana pode vir no sábado seguinte, quando a festa continua. Certifique-se de ir para a praça de alimentação no nível superior para obter sua dose de macarrão puxado à mão.

4, 5 e 9 de fevereiro. 4300 Steeles Ave. E., pacificmalltoronto.ca

Comemorações de Chinatown

The Chinatown BIA is hosting its annual free celebrations at the Dragon City Mall and the adjacent Chinatown Centre during the festival’s first weekend. Expect live performances such as lion dances and storytelling as well as children’s activities, and plenty of Instagram-friendly backgrounds in the form of red lantern backdrops.

Feb. 9 to 10. 280 Spadina Ave. and 222 Spadina Ave., chinatownbia.com

Fancy Afternoon Tea

The posh Shangri-La Hotel is hosting Chinese New Year Afternoon tea ($75 per person) throughout February at its Lobby Lounge with tiers of Chinese-inspired pastries such as egg tart with mandarin compote and vanilla, sesame and ginger balls, mango pudding and matcha scones with clotted cream and fruit compote. There’s also savoury offerings in the form of dim sum that includes siu mai, fried tofu, and barbecue pork and pineapple turnovers. On Feb. 5 at 3:30pm there will be a traditional lion dance.

Sweets to Go

Supplement the nian gao with additional desserts from Nadege Patisserie. The French cake and confectionary shop created a line of Chinese New Year treats such as gold or red pigs made out of chocolate ($35) individually sized and large mandarin-flavoured cakes ($11.50 to $45) bonbons in oolong, champagne and kumquat ($22 for a box of nine), and macarons in flavours such as red bean with matcha, caramel with sesame and mandarin. These will be available at all Nadege locations starting Jan. 25. Local chocolatier David Chow is also making Chinese New Year treats in the form of tangerine bonbons (box of 9 for $26) and large chocolate pigs ($38).


Conteúdo

The original meaning of the term dim sum remains unclear and debated. [27]

Some references state that the term originated in the Eastern Jin dynasty (317–420). [28] [29] According to one legend, to show soldiers gratitude after battles, a general had civilians make buns and cakes to send to the front lines. "Gratitude", or 點點心意 diǎn diǎn xīnyì , later shortened to 點心 diǎn xīn, of which dim sum is the Cantonese pronunciation, came to represent dishes made in a similar fashion.

Some versions date the legend to the Southern Song dynasty (960–1279) [30] [31] after the term's earliest attestation in the Book of Tang ( 唐書 Táng shū . [29] Written in the Five Dynasties and Ten Kingdoms period (907–979), the book uses dim sum as a verb instead: 「治妝未畢, 我未及餐, 爾且可點心」 "Zhì zhuāng wèi bì, wǒ wèi jí cān, ěr qiě kě diǎnxīn" , which translates to: "I have not finished preparing myself and ready for a proper meal, therefore you can treat yourself with some small snacks." [29] In this context, dim sum ( 點心 'to lightly touch (your) heart'), means "to barely fill (your) stomach". [29]

Dim sum dishes are usually associated with yum cha (Chinese: 飲茶 Cantonese Yale: yám chàh pinyin: yǐnchá lit. 'drink tea'), a Cantonese brunch tradition. [32] [33] Yan-kit So has described Dim sum as: [34] [2]

Literally translated as 'so close to the heart', they are, in reality, a large range of hors d’oeuvres Cantonese people traditionally enjoy in restaurants (previously teahouses) for breakfast and for lunch, but never for dinner, washed down with tea. 'Let's go yum cha (to drink tea)' is understood among the Cantonese to mean going to a restaurant for dim sum such is the twin linkage between the food and the beverage. The familiar yum cha scene at a Cantonese restaurant, which is often on several floors, is one of young girls pulling trolleys replete with goodies in bamboo baskets piled high or small dishes set next to each other. As they mill around the dining tables, they call out the names of their wares and place the baskets or dishes on the tables when diners signal their wishes.

Dim sum is part of the Chinese tradition of snacks originating from the Song Dynasty (960-1279), when royal chefs created various dishes such as minced pheasant, lark tongue, and desserts made from steamed milk and bean paste. [35] Guangzhou experienced an increase in commercial travel in the tenth century [3] At that time, travelers would frequent teahouses for small-portion meals with tea called yum cha, or "drink tea" meals. [4] [3] [5] Yum cha includes two related concepts. The first, 一盅兩件, translates literally as "one cup, two pieces". This refers to the custom of serving teahouse customers two pieces of delicately made food items, savory or sweet, to complement their tea. The second, 點心, which means "dim sum" translates literally to "touching heart" (i.e. heart touching). This is the term used to designate the small food items that accompanied the drinking of tea. [6] During the thirteenth century, when Mongols invaded China, the royal court fled to southern China, bringing a royal influence to the dim sum of Guangzhou. [35] Guangzhou was a wealthy, large port city that had international visitors, a temperate climate, and a coastline where fresh and tropical ingredients were grown, resulting in an ideal environment for food and entertainment. [35] In Guangzhou, street vendors and teahouses sold dim sum. [35] The practice of having tea with dim sum at tea houses eventually evolved into modern yum cha. [3] [7] While at the teahouses, travelers selected their preferred snacks from carts. [3] Visitors to tea houses often socialized as they ate and business people negotiated deals over dim sum. [3]

During the Ming Dynasty (1368 - 1644), the Tea and Horses Bureau was established to monitor tea production and improve tea quality. [35] The improvements in tea quality also led to teahouse improvements. [35]

Cantonese dim sum culture developed rapidly during the latter half of the nineteenth century in Guangzhou. [8] Teahouse dining areas were typically located upstairs and initial dim sum fare included steamed buns. [8] Eventually, these evolved into specialized dim sum restaurants the variety and quality of dim sum dishes rapidly followed suit. [8] Cantonese dim sum was originally based on local foods such as sweet roast pork called char siu and fresh rice noodles. [8] As dim sum continued to develop, chefs introduced influences and traditions from other regions of China, which created a starting point for the wide variety of dim sum available today. [8] Chefs created a large range of dim sum that even today comprises most of a teahouse’s dim sum offerings. [8] Part of this development included reducing portion sizes of larger dishes originally from northern China, such as stuffed steamed buns, so they could easily be incorporated into the dim sum menu. [8] The rapid growth in dim sum restaurants was due partly because people found the preparation of dim sum dishes to be time-consuming and preferred the convenience of dining out and eating a large variety of baked, steamed, pan-fried, deep-fried, and braised foods. [8] Dim sum continued to develop and also spread southward to Hong Kong. [36]

Although dim sum is normally considered Cantonese, it includes many additional influences. [8] Over thousands of years, as people in China migrated in search of different places to live, they carried the recipes of their favorite foods and continued to prepare and serve these dishes. [8] Many Han Chinese migrated south seeking warmer climates. [8] Settlements took shape in the Yangtze River Valley, the central highlands, and the coastal southeast, including Guangdong. [8] The influence of Suzhou and Hangzhou is found in vegetarian soy skin rolls and pearl meatballs. The dessert squares flavored with red dates or wolfberries are influences from Beijing desserts. [8] Savory dishes, such as pot stickers and steamed dumplings, include Muslim influences because of people traveling from Central Asia across the Silk Road and into Guangdong. [8] These are just a few examples of how a wide range of influences became incorporated into traditional Cantonese dim sum. [8]

By 1860, foreign influences had to shape Guangdong’s dim sum with culinary innovations such as ketchup, Worcestershire sauce, and curry, all of which came to be used in some savory dishes. [8] Custard pies evolved into the miniature classics found in every teahouse. [8] Other dim sum dishes evolved from Indian samosas, mango puddings and Mexican conchas (snow-topped buns). [8] Cantonese-style dim sum has an extremely broad range of tastes, textures, cooking styles, and ingredients. [8] As a result, there are more than a thousand different varieties of dim sum. [8]

During the 1920s, in Guangzhou, the foremost places to enjoy tea were its tea pavilions, which had refined and expansive surroundings. [8] The customers were wealthy, and there were rather high standards for the privilege of enjoying tea pavilion service and dim sum. [8] Upon entering a tea pavilion, customers would inspect tea leaves to ensure their quality and to verify the water temperature. [8] Once satisfied, these guests were presented with a pencil and a booklet listing the available dim sum. [8] A waiter would then tear their orders out of the booklet so that the kitchen could pan-fry, steam, bake or deep-fry these dishes on demand. [8] Customers dined upstairs in privacy and comfort. [8] Servers carefully balanced the dishes on their arms or arranged them on trays as they climbed up and down the stairs. [8] Eventually, dim sum carts were used to serve the steamers and plates. [8]

People with average incomes also enjoyed tea and dim sum. [8] Early every morning, customers visited inexpensive restaurants that offered filled steamed buns and hot tea. [8] During the mid-morning, students and government employees ordered two or three kinds of dim sum and ate as they read their newspapers. [8] In the late morning, people working at small businesses visited restaurants for breakfast and to use the restaurant as a small office space. [8]

By the late 1930s, Guangzhou’s teahouse culture included four high-profile dim sum chefs, with signs at the front doors of their restaurants. [8] There was heavy competition among teahouses and as a result, new varieties of dim sum were invented almost daily, including dishes influenced by the tea pastries of Shanghai and Beijing, and the Western world. [8] Many new fusion dishes were also created, including puddings, baked rolls, turnovers, custard tarts, and Malay steamed cakes. [8]

There were also significant increases in the variety of thin wrappers used in both sweet and savory items: [8]

If we concentrate only on the changes and development in the variety of 'wrappers', the main types of dim sum wrappers during the 1920s included such things as raised (for filled buns), wheat starch, shao mai (i.e., egg dough), crystal bun, crispy batter, sticky rice, and boiled dumpling wrappers. By the 1930s, the varieties of wrappers commonly used by chefs included. puff pastry, Cantonese short pastry, [and so on, for a total of 23 types] that were prepared by pan-frying, deep-frying, steaming, baking, and roasting. [8] [37]

As the Chinese Civil War progressed from 1927 to 1949, many dim sum chefs left China and settled in Hong Kong, resulting in further refinements and innovation of the dim sum there. [35] Very large dim sum restaurants in major cities like Hong Kong, San Francisco, Boston, Toronto, and New York were also established. [35]

In the nineteenth century, Cantonese immigrants brought dim sum to the West and East coasts of the United States. [38] Some of the earliest dim sum restaurants in the U.S. still operating today opened in 1920 in San Francisco and New York City. [39] [40] The Chinese history in San Francisco is believed to have started about 30 years before the restaurant was opened. The Chinese preferred to live in the present Chinatown area because of its restaurants and theaters. [39] In the late 1930s, some early U.S. newspaper references to dim sum began to appear. [41] While some Chinese restaurants in the U.S. had offered dim sum for decades, it was not until the late 1980s when there was a broader public awareness of dim sum. [3]

Although there was increased awareness of dim sum, one chef from Hong Kong, who immigrated to San Francisco, noted that diners in the U.S. usually focused on the food itself, and not the communal aspects of eating dim sum. [42] Although dim sum is a Chinese meal, it is a communal dining and social experience that can span hours. [42] It is customary for large groups to enjoy dishes together as a leisurely social activity. [42] Diners go to restaurants early, around 10:00 AM, and rather than ordering a whole table of food, they order small amounts, have a cup of tea, read the newspaper, and wait for friends and family to join them. [42] As a result, a visit to a dim sum restaurant can last from the late morning well into the afternoon. [42] For some people in Hong Kong, dim sum is a daily routine and a way of life. [42] Since this dim sum tradition was not always present in some U.S. dim sum restaurants, however, approaches to generate interest and attract customers include customized seasoning and flavors of traditional dishes, as well as creating novel dishes with an emphasis on enhanced flavors and visual appeal. [42]

One food reviewer notes that there has been increased popularity in posting dim sum photos on social media feeds, and that dim sum has become so popular that every U.S. state has come to have at least one high-quality dim sum restaurant. [43] There is a restaurant, bar, and highly rated dance club complex in Las Vegas, NV, that features high-end Cantonese food (including dim sum), craft cocktails, dinner parties and prominent disc jockeys in a chic setting. [44] [45] [46] [47]

The dim sum restaurants in Chicago have been serving mainly traditional dim sum in Chinatown, but there has been recent growth in contemporary dim sum with new fusion dishes, as well as restaurants now located outside Chinatown. [48]

In Hong Kong, many chefs are also introducing variants based on traditional Cantonese cuisine, which generates interest and provides both Hongkongers and tourists with new, fresh dim sum dishes. [49]

There are over one thousand dim sum dishes available, [8] [9] [35] which are usually eaten as breakfast or brunch. [16] [17] Cantonese dim sum has a very broad range of flavors, textures, cooking styles, and ingredients, [8] and can be classified into regular items, seasonal offerings, weekly specials, banquet dishes, holiday dishes, house signature dishes, travel-friendly, as well as breakfast or lunch foods and late night snacks. [8]

The subtropical climate of the southeast quadrant of Guangdong partly influences dim sum's portion size. [8] It can cause a decrease in appetite, [50] so that people prefer eating scaled-down meals throughout the day rather than the customary three large meals. [8] Teahouses in Guangzhou served "three teas and two meals", which included lunch and dinner, and breakfast, afternoon and evening teas with dim sum. [8]

Many dim sum dishes are made of seafood, chopped meats, or vegetables wrapped in dough or thin wrappings and steamed, deep-fried, or pan-fried. [51] [9] [52] A traditional dim sum brunch includes various types of steamed buns, such as cha siu bao (a steamed bun filled with barbecue pork), rice or wheat dumplings, and rice noodle rolls that contain a range of ingredients, including beef, chicken, pork, prawns and vegetarian options. [53] [54] Many dim sum restaurants also offer plates of steamed green vegetables, stuffed eggplant, stuffed green peppers, roasted meats, congee and other soups. [55] Dessert dim sum is also available and can be ordered at any time since there is not a set sequence for the meal. [56] [57]

It is customary to order "family-style", sharing the small dishes consisting of three or four pieces of dim sum among all members of the dining party. [16] [17] [58] [57] Small portion sizes allow people to try a wide variety of food. [17]

Dim sum restaurants typically have a wide variety of dishes, usually several dozen. [10] [11]


Assista o vídeo: OLDEST Dim Sum House vs. LUXURY Dim Sum in Hong Kong. How to Eat Dim Sum in Hong Kong Guide! (Setembro 2021).